0

Você não vai acreditar no que essas adolescentes grávidas estão fazendo para manter seus bebês pequenos

Uma atitude totalmente irresponsável de algumas adolescentes vem acontecendo com frequência na Austrália. Segundo resultado de estudos da Universidade Nacional Australiana, as gestantes estão adquirindo hábitos extremamente perigosos, para elas e principalmente para os bebês, pois prejudica muito o desenvolvimento do feto.

Alguns motivos que ás levam a cometer essas atitudes absurdas, extremamente perigosa, seria o medo da hora do parto normal e para não prejudicarem seus corpos com aumento de peso dos bebês. Essas jovens estão muito mais preocupadas com elas do que com seus próprios filhos.

Elas estão utilizando o tabagismo de modo consciente, para que o bebês não ganhem peso e consequentemente manterem seus corpos magros, porém elas não se dão conta ou simplesmente ignoram o fato de tal atitude gerar diversos problemas de saúde e desenvolvimento dos fetos, em nenhum momento pensam na saúde de seus filhos.

Confira as 4 motivos absurdos que as australianas fumam durante a gestação; 1 – Deformação nas partes intimas; essas mulheres acreditam que ao terem um bebê de parto normal sua região vaginal fica com um rasgo. Segundo estudos, a maioria das jovem escutaram pessoas mais velhas dizerem que isso acontece e resolveram adquirir esse tipo de hábito para evitar que o mesmo aconteça com elas.

2 – Elas temem serem rejeitadas pelos homens por acreditarem que a vagina não volte a ser o que era, principalmente o seu formato depois de um parto normal, por isso querem que seus bebês nasçam bem pequenos para não ‘estragar’ a região vaginal.

3 – Fumam demais para não ganhar peso, elas não querem engordar, na Austrália a maioria das adolescentes que engravidam, são pequenas e pesam pouco, elas fazem isso para manterem seus corpos bem magrinhos.

4 – Segundo a culturas das nativas, mulheres pequenas são classificadas como mais bonitas e mais delicadas, e por isso elas se preocupam em deixar uma bebê menina pequena, em vez de se preocuparem com a saúde dela. Elas acreditam que nascer menor será mais vantajoso para suas filhas mais tarde, no futuro.

Os riscos de ser fumante não é mais um segredo, todos sabemos quais o danos que os cigarros podem causar, e quando se trata de um gestante tabagista tudo fica ainda mais perigoso e prejudicial e pode causar danos irreversíveis, como: problemas de coração, envelhecimento precoce, câncer de pulmão, aumento das chances de um aborto, deslocamento da placenta, defeitos genéticos e problemas cardíacos, entre outras.

É totalmente inaceitável o que essas adolescentes estão fazendo, arriscando a vida de bebês tão indefesos, por causa de uma estética perfeita, elas se preocupam apenas com sua aparência. Um fato ainda mais triste é que a maioria dos bebês nascidos de mães que fumam, desenvolvem doenças com mais facilidade, isso quando sobrevivem.

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *