0

O que significa sonhar com cobras? Especialistas apontam possíveis sentidos

Sonhar com cobras é comum, e muitas pessoas buscam o significado desse sonho. Segundo a psicologia, essa interpretação é relativa a uma série de fatores do sonho e de quem sonha.

De acordo com a psicologia analítica de Carl Gustav Jung, as várias sensações que representam a cobra estão gravadas no subconsciente de cada um e existem algumas sensações que são mais comuns entre as pessoas.

Sensações mais relacionadas ao sonhar com cobras As sensações mais comuns relacionadas à cobra são: Traição; Estar rastejando diante de uma situação; Defesa e ataque; Estar à espreita de algo ou alguém.

Em alguns sonhos recorrentes, por exemplo, a cobra como elemento principal pode estar ligada à dificuldade em lidar com a sexualidade, falta de identidade ou ainda traição, podendo ser em um relacionamento pessoal ou profissional.

O que se questionar ao ter um sonho com cobras? Mas vale destacar que linhas da psicologia dedicadas a estudar os sonhos, como a psicanálise, defendem que o significado de um sonho depende de respostas práticas de perguntas como, no caso de sonhar com cobras: qual aspecto ou quais aspectos da vida que remetem a alguma qualidade da cobra?

Mas para saber o que isso significa para cada pessoa, é preciso questionar uma série de pontos:

Se o sonhador mata a cobra, qual a sensação se remete para ele, de alívio? De dor? Desespero? Medo? Raiva? Foi uma ação ou reação? Quais experiências (acordado) que o sonhador teve com o animal cobra?

Qual momento de vida e que situação que precisa resolver e está vivenciando agora ou na infância? Quais bloqueios? Existem diferentes interpretações sobre sonhar com cobras:

O sonho foi um um dos primeiros objetos de estudo da psicanálise de Sigmund Freud, normalmente ele é decodificado após ouvir o sonhador e explorar todas as nuances que a cobra pode trazer como significado, que muda de pessoa para pessoa.

“Se você sonhou com cobra isso tem um sentido, mas a terapia só conseguirá acessar esse significado depois de um processo de análise”, explica a psicóloga Sandra Schaffa, docente da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo.

Para a psicanálise, o campo do inconsciente compreende uma pluralidade e amplitude de significados e, por isso, a decodificação de um sonho só pode ser realizada após as associações feitas na terapia.

Contrariando o pensamento psicanalítico de Freud, Carl Jung trabalha com arquétipos, uma formação mítica e universal. Mas, ainda assim, na psicologia junguiana o objeto do sonho precisa ser contextualizado. É claro que essa interpretação está ligada a linha teórica que o profissional segue.

Pode ser Freud, que leva mais em conta a sexualidade –embora isso venha mudando –, pode ser Jung, que traz um traço mais completo e uma conotação do inconsciente coletivo ou ainda de Lacan (Jacques-Marie Émile Lacan), que tem uma abordagem simbólica do subconsciente.

Fonte:vivabem.uol.com.br

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *