0

Mulher vai ao médico reclamando de coceira nas costas e o que retiram dela é assustador

Uma mulher, de 62 anos, acabou tendo que lidar com uma situação bastante desconfortável e assustadora recentemente. Ela teve várias larvas retiradas de seu corpo após os médicos analisarem uma coceira.

A paciente, natural de Nova York, nos Estados Unidos, havia feito uma viagem para a Colômbia antes de ter sintomas. Quando retornou, começou a sentir uma forte e ininterrupta coceira na região das costas.

A mulher foi a uma clínica dermatológica e se queixou de estar com uma sensação como a de uma picada. Os profissionais que a atenderam viram que tinha seis nódulos em suas costas e nádegas. A paciente já estava sendo tratada por outro médico, porém os remédios receitados para seu caso não foram eficazes e a coceira continuou.

Os médicos da clínica viram que uma quantidade de fluído, estava vazando dos nódulos. Os profissionais ainda notaram, que eles estava se mexendo, o que significava que, o que quer que fosse, estava vivo.

“As lesões foram anestesiadas com lidocaína e as larvas foram removidas”, disseram os médicos, que descobriram que os nódulos eram, na verdade, insetos inseridos no corpo da mulher: “No total, seis larvas foram extraídas e identificadas como larvas da mosca botfly humana“.

Segundo a Universidade da Flórida, esse tipo de mosca é semelhante a uma abelha e pode ser encontrada em países da América do Sul. Esses insetos depositam suas larvas no corpo do hospedeiro. Este é um processo chamado miíase.

Felizmente, a vítima conseguiu se recuperar do procedimento para retirada das larvas e os sintomas estão sumindo aos poucos.

admin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *