0

Farinha de casca de maracujá: simples de preparar e saudável ao organismo, principalmente para pacientes com diabetes

Com a casca de maracujá, pode ser criada uma poderosa farinha muito valiosa para a saúde. Por ser rica em fibras, esta farinha colabora com a digestão e até facilita o processo de emagrecimento.

-Reduz o índice de colesterol;
-Colabora com o processo gástrico e intestinal;
-Previne e controla a diabete;
-É uma fonte de nutrientes essenciais ao organismo;
-Colabora no emagrecimento;
-Proporciona o controle da glicemia;

O maracujá tem uma forte concentração de pectina. Esta substância é transformada em um gel, durante o processo da digestão, preenchendo o estômago e proporcionando a sensação de saciedade e não absorvem as gorduras e a glicose dos alimentos, conseqüentemente -eliminado-as nas fezes.

Quem tem dificuldades para dormir à noite, pode consumir uma colher de farinha de maracujá para ajudar a relaxar e acalmar o cérebro, o que estimula o sono. Além disso, a farinha de maracujá também pode ser consumida em situações de estresse, pois isso fará com que você se acalme e não desconte a ansiedade comendo em excesso.

Para controlar o apetite, pode-se consumir uma colher de farinha de casca de maracujá uma hora antes da refeição, junto a um copo de água mineral. Esta ação reduz a quantidade de alimentos que serão consumidos, devido a sensação de saciedade que a farinha promove ao organismo.

Escolha maracujás sem rugas. Retire a polpa e partir as cascas em pedaços. Coloque as cascas em uma assadeira e leve ao forno médio, por meia hora. Mexa algumas vezes. Quando torradas, retire as cascas do forno e coloque-as para bater no liquidificador. Peneire os grumos que restarem. Guarde a farinha em recipiente de vidro limpo, seco e fechado.

Esta farinha da casca pode ser adicionada à água ou sobre a comida, como sobre a tapioca, sobre a salada de frutas ou para incrementar o iogurte natural. Também pode ser usada em receitas de tortas, bolos e pães.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *