0

Existem ácaros no seu rosto que se reproduzem e podem trazer complicações

Você sabia que podem ter diversos ácaros no rosto de muitas pessoas? E pior: também nos travesseiros, lençóis, toalhas e similares. Mas será que eles apresentam algum risco para a sua saúde?

De acordo com o Ministério da Saúde, os ácaros são “seres minúsculos que se alimentam de escamas de pele humana. Eles liberam excrementos que causam diversas doenças alérgicas no ser humano como rinite, asma alérgica e dermatite”.

Porém, existem diversas espécies e os tipos mais comuns de ácaros no rosto são os Demodex folliculorum e o Demodex brevis. Eles se alimentam de sebo, vivendo tranquilamente com o ser humano sem causar problemas. A não ser, obviamente, que estejam em grande quantidade.

Ácaros no rosto estão aumentando: Habitando o corpo humano desde os primórdios da humanidade, os ácaros estão cada vez em maior quantidade. Além disso, estão se propagando pelo globo, fazendo com que várias espécies se cruzem. Mas é claro que você não vai pensar nisso na próxima cama de hotel em que for dormir, certo?

Todo mundo tem uma certa quantidade deles, sendo em torno de centenas em uma pessoa comum. Por outro lado, pode chegar à casa do milhar, quando os cuidados com a pele não são muito eficazes. Na realidade, é bem capaz de se ter até mesmo dois ácaros em cada cílio que envolve seus olhos.

Mas nada de entrar em desespero! Eles não são parasitas, só usam sua pele como habitat e fonte de alimentação. Porém, apesar de não pretenderem fazer mal ao ser humano, eles podem, sim, agravar alguns problemas e até mesmo causar outros.

Precisa se preocupar? Primeiro de tudo, um dos problemas é quando os ácaros no rosto morrem, pois acabam servindo de alimento para bactérias oportunistas. Isso leva ao estímulo de inflamações e irritações diversas, causando vermelhidão e coceira.

Além disso, a presença deles pode agravar as condições de quem sofre com rosácea, que segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, as causas ainda não são completamente conhecidas. Os especialistas, porém, apontam que a imunidade e alguns agentes infecciosos podem ter relação com seu surgimento.

Outra doença que pode ser agravada pelo ácaro é a dermatite, uma doença crônica e autoimune, que está totalmente relacionada com a qualidade da saúde da sua pele. Isso sem contar aquelas protuberâncias vermelhas e dolorosas que também aparecem no rosto. Mas como evitar que se proliferem muito?

Como reduzir a quantidade? Eliminar totalmente os ácaros no rosto é uma missão praticamente impossível e não há necessidade disso. Se a população estiver sob controle, já será ótimo, deixando sua pele mais saudável e bonita. Para isso, você deve caprichar na limpeza diária, evitando excesso de oleosidade e poluição.

Além disso, é fundamental esfoliar a pele ao menos uma vez por semana, para poder eliminar as células mortas e, claro, os ácaros que estão entre elas. A utilização de ácidos também ajuda a reduzir a população, mas como todo tratamento, só pode ser realizado com a orientação de um dermatologista de confiança.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico/dermatologista

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *