0

Este idoso faleceu sozinho, o que ele deixou para trás está deixando todos chorosos

O australiano, Mac Popper, era um idoso que morreu sozinho em um lar para idosos. Enquanto esteve na casa de repouso, nunca recebeu uma visita.

Após sua morte, uma enfermeira encontrou um poema escrito por Mac.

Ao ler o poema escrito pelo idoso à beira da morte, ela se emocionou profundamente.

O poema é tão incrível que ajuda a abrir os olhos daqueles filhos que esquecem de seus pais.

Aqui está o que Mac escreveu:

“Velho Rabugento

O que vocês veem, enfermeiras? ……O que vocês veem?
O que vocês pensam .. . quando olham para mim?
Um velho rabugento, … …não muito inteligente.
Incerto de hábito .… … . .. com olhos distantes?
Que baba a comida dele .. . … . . e não responde.

Quando você diz em voz alta . .’Eu queria que você tentasse!’
Que parece não perceber …as coisas que você faz.
E que sempre perde … …… Uma meia ou um sapato?
Quem, resistindo ou não … … deixa fazer o que você quer,
Com comida e banho… .O dia inteiro para ser preenchido?

É isso o que vocês estão pensando?. .É isso o que veem?
Então, abram os olhos, enfermeiras. Vocês não estão olhando para mim.
Vou dizer quem sou … . .. Enquanto fico sentado aqui, quietinho,
Como eu faço pra te servir, .… . já que faço a sua vontade.
Sou uma criancinha de 10 anos . .com um pai e uma mãe,

Irmãos e irmãs .… .. . que se amam
Um garoto de dezesseis anos … .. com asas nos pés
Sonhando que logo logo …… encontrará um amor.
Um noivo de vinte anos … ..meu coração dá um salto.
Ao lembrar dos votos .. .. .que prometi manter.

Aos vinte e cinco agora… . .eu tenho um pequeno só meu.
Que precisa que eu o guie … E um lar feliz e seguro.
Um homem de trinta anos . .… . . O meu pequeno cresceu rápido,
Ligados um ao outro …. Com laços que deveriam durar.

Aos quarenta, meus jovens filhos .. .cresceram e partiram,
Mas minha mulher está ao meu lado . . para ver que eu não me lamento.
Aos cinquenta, mais uma vez, .. …Bebês brincam ao meu redor,
Novamente, sabemos o que são crianças … . Minha amada e eu.
Dias escuros estão sobre mim … . Minha esposa agora está morta.
Olho para futuro … … . E estremeço de medo.

Pelos meus pequenos que estão todos criados .… jovens sozinhos.
E penso nos anos … E no amor que conheci.
Agora sou um homem velho … … .. e a natureza é cruel.
É brincadeira fazer isso na velhice … … . parecer um bobo.
O corpo, ele desmorona .. .. . a graça e o vigor desaparecem.

Agora existe uma pedra … onde antes havia um coração.
Mas dentro desta carcaça velha . Um homem ainda mora,
E de vez em quando … . . o meu coração golpeado, cresce
Lembro das alegrias … . .. . lembro das dores.
E estou amando e vivendo … … . a vida novamente.

Penso nos anos, todos eles, tão poucos …. passam rapidamente.
E aceito o fato áspero … de que nada dura.
Então, pessoas, abram os olhos .… . .… abram e vejam.
Não um velho rabugento.
Olhem mais de perto … . vejam .. .…. …. . EU!”

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *