0

Você não suporta quando alguém faz ruído ao mastigar ou tocar no prato? Cuidado! Você talvez tenha esta doença

Imagine que você quer descansar ou se concentrar em alguma coisa e lá fora os carros não param de buzinar.

Ou o seu vizinho está ouvindo uma música que você não gosta no último volume.

Vamos um pouco mais longe: imagine o barulho de uma unha arranhando, do arrastar de uma cadeira ou até mesmo do giz riscando o quadro.

E o barulho de talheres tocando no prato…

Esses ruídos não incomodam a maioria das pessoas, mas há um grupo pequeno que realmente é muito afetado por certos sons.

Para quem não sabe, há uma doença chamada de misofobia (aversão ao som).

As vítimas sentem sensações físicas e emocionais negativas quando ouvem alguns ruídos.

Os sintomas são:

–  Agitação
– Necessidade de fugir do local barulhento

– Evitar algumas atividades que certamente nos farão ouvir ruídos

– Reagir de forma exagerada a pequenos barulhos

Infelizmente, este mal não é uma mera frescura ou capricho, como muita gente pensa.

Na verdade, pode ser uma verdadeira tortura.

De acordo com um estudo recente, 80% desses ruídos que tanto incomodam as vítimas da misofonia estão relacionados com a boca.

Ou seja, o barulho da mastigação, da deglutição, a tosse e o espirro, por exemplo, são o grande vilão.

O tratamento deve ser feito com a ajuda de um psicólogo.

A terapia consiste em ajudar o paciente a substituir os sentimentos negativos ao ouvir os ruídos.

Além disso, o paciente vai aprender a perceber outros sons, mais agradáveis, no ambiente para esquecer os ruídos que tanto o irritam.

O problema é que o diagnóstico não é fácil.

Muitas vezes a misofonia é confundida com outros transtornos.

Por isso que é muito importante você escolher um bom profissional, para não ser levado a tratamentos equivocados, com o uso desnecessário de drogas psicoterápicas.

6 sons mais irritantes do mundo

1. Barulho de vômito: Sei lá vocês, mas ouvir o barulho de alguém vomitando é a senha para meu estômago embrulhar imediatamente. Se isso for acompanhado do cheiro (ECA!), é praticamente impossível não fazer parte da sinfonia. Alguns participantes da pesquisa apontaram que foi a imagem mental de alguém vomitando – e não o som em si – que fez o barulho estar no topo da lista.

2. Microfonia Ok, ela não é o número 1. Mas está bastante bem colocada na lista de piores sons do mundo. Isso porque, frequentemente, as microfonias causam dor física em quem a escuta – além de ser hiperativamente irritante.

3. Bebê chorando Se você já viajou de avião com um bebê que chorou durante todo o trajeto, já sabe: dá vontade de pular pela janela. Do avião. Em movimento. É inevitável, bebês choram mesmo, é a única forma que eles têm de expressar seu desconforto com aquela situação (convenhamos: todo vertebrado fica desconfortável em um avião). O que mais chamou atenção nos resultados da pesquisa, contudo, é que foi o contingente masculino dos voluntários participantes que colocou o choro de bebês no terceiro lugar desta lista. O pesquisador suspeita que isso não significa que as mulheres não se importam com o choro, mas que estão socialmente mais condicionadas a não reclamar do choro de bebês.

4. Trens arranhando os trilhos Talvez aqui no Brasil esse som nem fosse figurar na lista dos piores do mundo – afinal, temos tão poucas ferrovias que nem sabemos ao certo qual é o som de trens arrastando nos trilhos. Mas no cenário mundial, o som do atrito entre dois metais (aí, sim, começamos a imaginar e, urgh!) foi considerado um dos mais irritantes.

5. Uma roda que precisa de lubrificação Pra muita gente, uma roda “cantando” será muito mais nostálgico do que irritante. Quem tem raízes no interior, certamente vai ser lembrar do barulho da roda do carro de boi, que anuncia a chegada do leite, dos sacos de grãos, de cereais. Mas parece que o pessoal por aí não tem muito essa referência, porque o barulho de uma roda – ou uma engrenagem, ou uma dobradiça – emperrada irritou gente o suficiente para estar no quinto lugar desta lista.

6. Violino desafinado Seu sobrinho te chama para ir ver seu primeiro concerto de violino. Você, como bom tio/tia, vai, sabendo que irá sofrer. Ele faz seu melhor, mas aquele som de violino desafinado – ou só mesmo mal tocado, porque, afinal, ninguém nasce David Garrett – te faz sofrer. Fez sofrer também a uma maioria dos voluntários da pesquisa, já que o som aparece no sexto lugar da lista.

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *