0

Corpo da grávida de 5 meses noiva do arquiteto que faleceu na tragédia de Brumadinho é encontrado

O corpo da curitibana Fernanda Damian de Almeida, de 30 anos, uma das vítimas paranaenses da tragédia de Brumadinho (MG), foi identificado oficialmente. A informação foi confirmada neste sábado (16) pelo diretor do Instituto de Identificação do Paraná (IIPR), Marcus Michelotto, em uma publicação nas redes sociais.

“Identificada em MG o corpo da paranaense vítima de Brumadinho. Trabalho dos papiloscopistas do IIMG [Instituto de Identificação de Minas Gerais] com a ajuda dos papiloscopistas do IIPR. Trabalho silencioso e importante”, escreveu ele no Twitter na noite de ontem.

Sobre a identificação, a Banda B conversou com o sargento aposentado Newmann, do Corpo de Bombeiros, amigo da família e que acompanhou as buscas feitas pelo pai de Fernanda – que também é bombeiro – em Brumadinho. “Foram dias difíceis, de angústia, muito mais para a família. Claro que encontrando o corpo, os familiares podem fazer um velório digno. Mas perder uma filha assim é inexplicável, não tem nem o que falar”, comentou.

Grávida de quatro meses, Fernanda, que estava estudando na Austrália, tinha vindo para o país passar as férias quando desapareceu após o rompimento da barragem no dia 25 de janeiro. Ela estava hospedada com o noivo, os sogros e a cunhada na Pousada Nova Estância, em uma área de mata de Brumadinho.

A hospedagem recebia muitos turistas que viajavam para a região para conhecer o Instituto Inhotim, um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil.

O corpo do noivo de Fernanda, Luiz Taliberti, de 33 anos, foi encontrado no dia 29 de janeiro. Desde então, o pai da jovem não tinha mais esperanças de encontrar a filha viva.

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *