0

Coronavírus: sugestão de Bolsonaro pode causar 529 mil mortes, aponta pesquisa

O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, sugere e pretende anunciar medidas para influenciar o isolamento vertical em todo o país. Isso porque Bolsonaro acredita que poderá haver um colapso econômico sem a reabertura dos comércios.

A intenção do presidente seria isolar somente os idosos e aqueles que estão em grupo de risco da doença Covid-19, causada pelo novo coronavírus. Mas será que isso aumentaria o número de mortes pela doença? Uma pesquisa feita pelo Grupo de Resposta à Covid-19 do Imperial College de Londres responde esta questão.

Cientistas analisaram que se o Brasil não tomasse nenhuma medida contra o novo coronavírus, seria possível acontecer 1,15 milhão de óbitos pela doença. Com a medida que Bolsonaro está sugerindo de isolar somente o grupo de risco, segundo a pesquisa, o número de óbitos cairia somente pela metade, chegando a cerca de 529 mil mortes.

E se houver o isolamento horizontal, com todo mundo em casa? A pesquisa mostra que este seria o melhor cenário para o Brasil. Entretanto, mesmo com a restrição drástica, seriam 44 mil mortes causadas pela doença.

O jornal de The New York Times publicou que essa pesquisa teria influenciado o presidente do Estados Unidos da América, Donald Trump, e a Casa Branca a admitir a adoção de medidas mais rígidas contra o novo coronavírus.

Bolsonaro vem sofrendo grande pressão popular para que a quarentena não seja interrompida. Alguns famosos se pronunciaram contra o presidente da República, mas também há muitos que apoiam o capitão da reserva do Exército.

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *