0

Como plantar tomate-cereja em vaso passo a passo

Você já sentiu o cheiro de quando se tira o cacho de tomatinhos do pé? Se ainda não conhece, saiba que é algo sublime. Melhor ainda, experimente. Aprenda como plantar tomate-cereja em casa.

Muito fácil de cultivar, o tomateiro tem muitas variedades, mas o queridinho é sem dúvidas o tomate-cereja. Ele é chamado também de tomate cherry.

Pode ser plantado no quintal, em jardineiras ou vasos suspensos. Nos dois primeiros casos, ele precisa de um suporte para aguentar o peso dos cachos, pode ser uma estaca de madeira. Já nos vasos suspensos, os ramos e cachos ficam dependurados, dando um efeito extraordinário.

1. Escolha o vaso e o local: Antes de começar o plantio, tenha certeza de ter todo o material em mãos. Já sabe onde vai deixar o vaso? O ideal é que o tomateiro receba ao menos 4 horas de luz solar intensa, não importa se estiver em um vaso ou no chão. Escolha um vaso de porte médio com capacidade de uns 60 litros e com furinhos na parte de baixo para escoar a água das regas e manter a terra úmida.

2. Compre as sementes e o adubo: Compre também as sementes em um viveiro e escolha um bom adubo, de preferência orgânico de minhoca. Esse tipo de adubo é mais fácil de usar por quem não tem muita experiência, pois diferente dos não-orgânicos, ele não queima a planta caso seja utilizado em maior quantidade. compre também um pouco de terra e pedriscos para colocar no fundo do vaso e ajudar na drenagem.

3. Prepare o solo: Escolhido o vaso para o plantio, as sementes, o adubo e o local onde vai ficar o vaso, prepare o vaso. Coloque um fundo de pedriscos que podem ser desde pedra brita até bolinhas de argila expandida. Coloque depois a mistura de 40% de adubo orgânico, 50% de terra fértil e misture bastante para que fique bem soltinho. A parte dos pedriscos não precisa mexer. Para melhorar ainda mais, coloque uns 10% de areia comum de obra e misture tudo muito bem. O tomateiro gosta de solo rico, fofo e úmido.

4. Plante: Faça pequenas covinhas na terra com a ponta dos dedos mesmo e coloque alguns sementinhas em cada covinha. As covinhas podem ser bem rasas, pois as sementes são muito pequenas. Em cada covinha podem ser colocadas umas 3 sementes. Polvilhe terra por cima, bem de leve.

5. Regue: O solo deve estar sempre úmido ou o tomateiro não irá crescer e produzir adequadamente. Depois de plantar as sementes, regue a terra sem encharcar. Regue só por cima mesmo, não precisar misturar com toda a terra. Dentro de 5 a 14 dias vai ocorrer a germinação.

6. Faça um apoio para as mudas: Quando os brotinhos já tiverem várias folhas e aquele cheirinho delicioso, o caule vai começar a engrossar e as flores começam a aparecer. É hora de fazer um suporte para ele.

Coloque uma estaca firme, que ultrapasse a altura do tomateiro, e amarre delicadamente o caule a ele. Isso vai evitar que seu tomateiro tombe, pare de produzir e adoeça.

Cuidados: Tudo pronto, você precisa somente esperar cerca de 90 dias para colher os primeiros tomatinhos. Para manter as pragas longe dos seus tomatinhos, use esses repelentes naturais ao invés de venenos industriais. Os pulgões e formigas adoram as folhas do tomateiro.

Enquanto as mudinhas estão saindo e ainda miúdas, deve regar todas as manhãs. Depois que o pé de tomate estiver mais firme, bastam 3 dias na semana. Lembre que o tomateiro é delicado, então cuidado com as folhas ao regar.

O ideal é usar um regador e, quando a planta já estiver crescida, evitar molhar as folhas. O melhor horário para regar é pela manhã, bem cedo ou no finalzinho do dia, quando o sol já estiver baixando.

Uma vez por mês, adube a terra com farinha de osso que é rica em fósforo e o tomate-cereja adora esse adubo. Se possível, deixe a planta no sol por mais do que 4 horas diárias. O tomate gosta de 5 a 7 horas de luz solar direta, de preferência logo no início da manhã até o começo da tarde.

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *