0

Coco seco dá saciedade e elimina gordura, é um lanche perfeito para perder peso

O coco é uma fruta única e muito boa devido ao seu alto teor de gordura, mas não se espante é uma gordura muito boa, a maioria dessas gorduras ainda é composta por triglicerídeos de cadeia média (MCTs), que são absorvidos intactamente no intestino delgado e utilizados pelo organismo para produzir fonte de energia.

Fibras: Apenas uma xícara (80 gramas) de coco ralado fornece até 7 gramas de fibra, o que representa mais de 20% do DV. E a maior parte dessa fibra é insolúvel, o que significa que não é digerida. Em vez disso, ele trabalha para mover os alimentos pelo sistema digestivo e ajuda a saúde intestinal.

Benefícios da massa do coco seco para a saúde: Saúde do coração: A massa de coco contém óleo de coco, que pode aumentar o colesterol HDL (bom) e reduzir o colesterol LDL (ruim). Melhorias nesses marcadores podem reduzir o risco de doença cardíaca.

Um estudo de 7 semanas observou que as pessoas que consumiram 200 gramas de mingau feito com leite de coco tiveram reduções significativas no colesterol LDL (ruim) e aumentos no colesterol HDL (bom) em comparação com aqueles que comeram mingau feito com leite de soja.

Emagrecer: Vários estudos sugerem que os MCTs contidos nessa fruta podem promover sentimentos de plenitude, com queima de calorias e queima de gordura, os quais podem apoiar o emagrecimento. O alto teor de fibras da carne de coco pode aumentar a plenitude, o que pode ajudar a evitar excessos daquela fome de toda hora.

Saúde digestiva: Cocos são ricos em fibras, o que ajuda a aumentar as fezes e apóia a regularidade intestinal, mantendo o sistema digestivo saudável, elas podem ajudar seu corpo a absorver nutrientes solúveis em gordura, incluindo as vitaminas A, D, E e K.

E além de tudo isso, foi demonstrado que os MCTs na massa do coco fortalecem as bactérias intestinais, que podem proteger contra inflamações e condições como a síndrome metabólica. Consumir óleo de coco pode reduzir o crescimento de leveduras nocivas, como Candida albicans, que podem causar infecções graves.

Outros benefícios: O coco pode estabilizar o açúcar no sangue, essa fruta pode diminuir o açúcar no sangue em jejum e alterar as bactérias intestinais para ajudar no controle do açúcar no sangue. Te ajuda melhorar a imunidade, manganês e antioxidantes no coco podem ajudar a impulsionar seu sistema imunológico e reduzir a inflamação.

Os MCTs contido nessa fruta também podem ter propriedades antivirais, antifúngicas e supressoras de tumores Pode te beneficiar seu cérebro. Os MCTs no óleo de coco fornecem uma fonte alternativa de combustível para a glicose, o que pode ajudar pessoas com problemas de memória ou função cerebral, como aquelas com doença do Alzheimer.

Algumas desvantagens: Embora a massa de coco tenha vários benefícios, ela também pode ter desvantagens, o coco contém uma quantidade significativa de gordura saturada, o que é altamente controverso. Em um grande estudo em mais de 115.000 adultos saudáveis ​​constatou que a alta ingestão de gordura saturada estava associada a um risco aumentado de doença cardíaca.

Embora todos os efeitos da gordura saturada nas doenças cardíacas ainda sejam debatidos, estudos mostram que a substituição de gorduras saturadas por gorduras insaturadas pode diminuir o risco de doença cardíaca.

Alguns cientistas ainda argumentam que, embora os cocos não pareçam prejudicar a saúde do coração, a maioria das pessoas não come o suficiente para experimentar efeitos negativos – especialmente em uma dieta ocidental.

Essa fruta também pode ter efeitos positivos em seu coração, são necessárias mais pesquisas sobre a massa de coco e a saúde do coração a longo prazo. Coco também é densa em calorias. Comer demais pode levar a um ganho de peso indesejado se você não restringir calorias em outro lugar.

Algumas pessoas podem reagir severamente ao coco. Ainda assim, algumas alergias ao coco são raras e nem sempre estão associadas a outras alergias a nozes.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *