0

0s 10 piores alimentos – eles aceleram o envelhecimento e causam doenças

A declaração de algumas pessoas de que “tudo causa câncer” é tão ingênua. Ela só serve para mascarar a realidade e funciona como válvula de escape de quem quer persistir no erro. Claro que nem tudo causa câncer!

Mas há sim alimentos com grande potencial carcinogênico, ou seja, com enorme poder de causar esta terrível doença. Por isso fizemos um levantamento que resultou numa lista dos dez piores alimentos que contribuem para o surgimento de tumores malignos.

E mais, esses alimentos não só aumentam o risco de câncer, mas também nos fazem envelhecer mais rápido e causam diversas doenças.

Claro que não vale simplesmente conhecê-los. É preciso riscá-los do cardápio. Veja:

1. Refrigerantes: uma lata de refrigerante possui em média dez colheres de chá de açúcar, 150 calorias, entre 30 e 55 mg de cafeína, além de estar repleta de corantes artificiais e sulfitos.

Além disso, esta bebida é extremamente ácida, sendo necessários 30 copos de água para neutralizar essa acidez, que pode ser muito perigosa para os rins.

Para piorar, os ossos funcionam como uma reserva de minerais, como o cálcio, que são despejados no sangue para ajudar a neutralizar a acidez causada pelo refrigerante.

Com esse deslocamento de minerais para outra função, os ossos terminam se enfraquecendo e isso pode levar a males como osteoporose, obesidade, cáries e doenças cardíacas.

2. Carne processada: Ela não fica atrás. Portanto, livre-se de alimentos como mortadela, bacon, salsinha e presunto. Além de conservantes químicos, que podem provocar diversos problemas de saúde, estas carnes tendem a causar câncer de cólon, por conterem grande quantidade de nitrito e nitrato. Sendo assim, procure carnes puras, criadas naturalmente.

3. Pipoca de micro-ondas: Parece inofensiva, não é? Mas o perigo é imensurável! Por conter muitos produtos químicos, esta pipoca pode causar não só câncer, mas infertilidade.

Talvez ainda pior do que a protagonista seja o diacetil, aquela substância que tem sabor artificial de manteiga e é usado nas pipocas de cinema. Cuidado! Esta substância pode causar graves problemas pulmonares. Também não é surpresa se dissermos que o milho usado nessas pipocas é transgênico, certo?

4. Refrescos: Estamos falando do refresco artificial que tanto se oferece às crianças na escola ou em festinhas. É muito importante que levemos isso a sério. Essas bebidas têm muito açúcar, corantes e conservantes – o que é um prato cheio para as células cancerosas.

5. Alimentos e bebidas diet: Para quem pensa que só porque é diet faz bem à saúde, estamos dedicando um tópico para desmistificar essa ideia. Os diets são mais prejudiciais do que os refrigerantes comuns. Pesquisadores descobriram que o aspartame, um dos adoçantes artificiais usado nesses alimentos, causa doenças graves, como câncer.

6. Farinha de trigo branca (refinada): É muito fácil encontrar esta farinha nos alimentos processados. Um estudo publicado na revista Câncer Epidemiology constatou que o consumo regular de carboidratos refinados está associado ao aumento de 220% de chances de adquirir câncer de mama, entre as mulheres. Além disso, este tipo de alimento aumenta o nível de açúcar no sangue – o que resulta no desenvolvimento de células cancerosas.

7. Açúcar refinado: Este é outro branquinho que faz muito mal. Ele aumenta o nível de insulina e estimula o desenvolvimento das células doentes. Então procure fugir de biscoitos, bolos, refrigerantes, sucos industrializados, molhos cereais e de todos os alimentos carregados do doce refinado.

8. Frutas que levam muito agrotóxico, como maçã, uva e morango: Infelizmente, vivemos em tempos em que compramos frutas pensando que estamos seguindo uma dieta natural, mas, na verdade, podemos estar nos contaminando. Esta é a realidade de quem compra maçã, uva ou morango em supermercados – a menos que sejam frutas orgânicas.

O que acontece é que essas três frutas se “destacam” no quesito agrotóxicos, um grande risco de câncer. É triste, mas a maioria das frutas que compramos estão com pesticidas.

9. Batata frita: Contém não apenas gorduras trans, que já foram relacionadas a uma longa lista de doenças, mas também uma das mais potentes substâncias cancerígenas presentes em alimentos: a acrilamida, que é formada quando a batata é aquecida em altas temperaturas.

Além disso, a maioria dos óleos utilizados para fritar a batata se tornam rançosos na presença do oxigênio ou em altas temperaturas, gerando alimentos que podem causar inflamações no corpo.

10. Óleos hidrogenados: Os óleos mais vendidos nos supermercado, como óleo de canola, milho ou de soja, são infelizmente muito prejudiciais. Eles alteram a estrutura e flexibilidade das membranas celulares no corpo, causando várias doenças graves.

Não só aumentam o risco de câncer, como predispõem aoi desenvolvimento de doenças do coração. Substitua-os por óleo de coco ou azeite de oliva e evite aquecê-los.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fonte: Cura pela natureza

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *